• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

A árvore tóxica que é proibida em Santa Catarina e está espalhada por Florianópolis

Quem olha para a beleza da árvore espatódea não imagina o que a planta é capaz de gerar. Com flores na cor laranja, a espécie contém uma substância tóxica para abelhas, beija-flores e insetos.

Árvore cortada no quintal do Tribunal de Contas do Estado - Diogo de Souza/ND

1
2

Árvore cortada no quintal do Tribunal de Contas do Estado – Diogo de Souza/ND

Árvore no quintal do TCE foi cortada no último sábado - Diogo de Souza/ND

2
2

Árvore no quintal do TCE foi cortada no último sábado – Diogo de Souza/ND

Em Santa Catarina o plantio e a existência da árvore é proibida desde 2019. Em Florianópolis a espécie foi identificada no jardim do TCE (Tribunal de Contas do Estado), esquina das ruas Bulcão Viana e Newton Valente da Costa.

Neste sábado (25), conforme publicado na edição do final de semana da Coluna Bom Dia, a árvore localizada no quintal do TCE foi retirada.

Leitores da coluna, inclusive, alertaram para a existência de dezenas dessa espécie pela cidade. Elas foram identificadas em algumas partes dentro da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), além de árvores no canteiro central da avenida Mauro Ramos, entre o banco redondo e a Beira-Mar Norte.

Árvore com plantas tóxicas na UFSC

Entrada da UFSC, via bairro Trindade; espécies são vistas na região – Foto: Google/Google Maps/Divulgação/ND

Ofícios sobre a árvore para o TCE e UFSC

A presidência do TCE foi oficiada na última semana e já fez a sua parte. A reitoria da UFSC também foi comunicada mas, até o momento, não confirmou a retirada ou o recebimento do documento.

Esse ofício foi elaborado e encaminhado pelo deputado Padre Pedro Baldissera (PT).

Adicionar aos favoritos o Link permanente.